28 fevereiro, 2012

CONFIE NA PROTEÇÃO DE DEUS





Você entende o que a Bíblia quer dizer em 1 Coríntios 10:13?
Não vos tomou nenhuma tentação exceto a que é comum aos homens. Mas Deus é fiel, e ele não deixará que sejais tentados além daquilo que podeis agüentar, mas, junto com a tentação, ele proverá também a saída, a fim de que a possais aguentar.

Já parou para observar o velocímetro de um automóvel?
Digamos que ele tenha capacidade de andar em até 200Km / hora. Sabemos que a lei de trânsito não permite andar a esta velocidade.
O ideal seria andar no máximo em 110km nas rodovias mais movimentadas do país. No entanto, em casos de extrema necessidade, como transportar um doente em uma emergência, você pisará fundo e colocará a velocidade máxima que o carro der pois trata-se duma necessidade e o carro suporta.
Mesmo não sendo fabricado para andar em 200 km/hora, o automóvel foi projetado com uma margem de sobra visando emergências que ficam dentro do suportável.
Mas o que acontece se você pisa em 200km/hora e o velocímetro encosta na velocidade máxima?
Simplesmente não dá pra passar disso. 
É o limite, não vai além daí.

Somos assim: fomos projetados para levar uma vida tranquila, mas devido às pressões do sistema, nem sempre é o que acontece.
Ao passar por problemas, lembre-se da sua margem de sobra de força adicional ( de 120 a 200 Km/h).
Não é uma situação confortável mas é suportável e Jeová sabe disso por esse motivo permite.
Quando “nosso ponteiro chega em 200km/h” não tem mais para onde ir.
Você chegou ao limite, então Deus providencia a saída.
Não é maravilhoso contar com essa garantia?
Ao enfrentar problemas, avalie suas forças e tenha certeza de que só perdurará enquanto você pode agüentar.
Jeová sempre sabe de nossas necessidades, podemos contar com seu apoio e ajuda necessários.
Por isso, não devemos deixar de orar pedindo ajuda e proteção mas além de pedir devemos agradecer por recebê-las.
Somos muito beneficiados por confiar em Jeová como amoroso e terno Pai celestial. 
Jesus se beneficiou de confiar sem reservas em seu Pai.
“Não estou sozinho”, disse ele a seus discípulos, “mas o Pai, que me enviou, está comigo”, acrescentou. João 8:16 
Jesus sempre contava com o apoio de Jeová quando estava aflito. 
Instantes antes de morrer, Jesus clamou:
“Pai, às tuas mãos confio o meu espírito.” Lucas 23:46 
A confiança de Jesus em seu Pai continuava firme como sempre.
Pode ser assim no nosso caso. 
Com Jeová do nosso lado, o que temos a temer? 
Uma criança se sente segura e confiante ao andar de mãos dadas com seu pai. 
Se você realmente encara a Jeová como Pai, pode confiar nestas palavras consoladoras: 
“Eu, Jeová, teu Deus, agarro a tua direita, Aquele que te diz: ‘Não tenhas medo. Eu mesmo te ajudarei.’” Isaías 41:13 

Nenhum comentário:

Postar um comentário