14 fevereiro, 2012

O AMOR UNE A FAMÍLIA





Já passou pela experiência de falar sem pensar algo que não devia, ou de querer voltar atrás no que disse?
Isto geralmente ocorre quando estamos irritados, com medo ou quando somos magoados.
Pode ocorrer principalmente com membros de nossa família, qualquer tentativa de expressar nossos sentimentos pode facilmente levar a acusações ou críticas, resultando em sentimentos feridos ou em brigas.
O que podemos fazer para lidar melhor com estas situações?  Como impedir que as emoções nos dominem?
A Bíblia diz: “O coração do justo medita a fim de responder.” — Provérbios 15:28.
Pensar antes de falar pode ajudar. Mas o mais importante é colocarmos nossas palavras com amor.
“Deus é amor” e nós fomos criados “à sua imagem”, por isso, temos a capacidade tanto de sentir como de expressar amor. (1 João 4:8
Mas, para expressarmos nossa afeição, temos de senti-la pelo cônjuge e pelos nossos filhos. 
Observar as boas qualidades que eles têm, mesmo que a princípio pareçam comuns, e refletir nisso, pode ajudar.
Sempre que notar algo de elogiável, fale não tenha medo de expor seus sentimentos, um elogio sincero causa um grande bem.
Faça um esforço sincero em demonstrar a sua afeição para com os membros de sua família, por palavras e ações. 
Na Bíblia  o “amor é descrito como . . .  o perfeito vínculo de união”. (Colossenses 3:14)
Ou seja, o amor não é um simples sentimento. É definido como algo que motiva nossas ações — incentivando algumas e proibindo outras. (1 Coríntios 13:4-8)

Na família, em que todos se tratam com amor, respeito e dignidade, prevalece a boa comunicação. 
Ela é muito importante e deve ser mantida aberta, para que todos os membros possam expor seus problemas, dúvidas, falhas, sabendo que serão ouvidos e tratados com consideração e respeito.

Nosso Criador nos fez com a necessidade de amar e de ser amados. 
Este é um motivo pelo qual Jesus destacou a importância de ‘amarmos o nosso próximo como a nós mesmos’. (Mateus 22:39)
A família é uma dádiva divina que oferece uma situação ideal para demostrarmos o nosso amor.
Uma família unida pode ser comparada a um belo jardim, que oferece um refúgio reanimador contra os problemas e as tensões do dia-a-dia. 
Podemos encontrar na família um companheirismo e uma cordialidade que acabam com a solidão. Quando fortalecemos os vínculos familiares, ficamos mais achegados um ao outro e a vida se torna mais rica.
Que todos nós sejamos sempre bondosos e apliquemos assim individualmente as palavras do apóstolo Paulo: “Como escolhidos de Deus, santos e amados, revesti-vos das ternas afeições de compaixão, benignidade, humildade mental, brandura e longanimidade.” — Colossenses 3:12.

Um comentário:

  1. Ótima postagem Amada.
    Muito expressiva e verdadeira estas afirmações citadas a cima e muito útil para nossas vidas.
    Obrigado!
    E que Deus em sua infinata graça e misericordia te abençoe.

    ResponderExcluir