03 março, 2012

A IMPORTÂNCIA DO NOME DE DEUS



“Todo aquele que invocar o nome de Jeová será salvo.” (Romanos 10:13) 
Com estas palavras, o apóstolo Paulo acentua quão vital nos é conhecer o nome de Deus.
Sua declaração nos leva de novo à nossa pergunta inicial: Por que Jesus pôs a ‘santificação’ do nome de Deus bem no início da sua Oração-modelo, à frente de tantos outros assuntos importantes?
Para entender isso, precisamos entender um pouco melhor o significado de duas palavras-chaves.
Primeiro, o que realmente significa a palavra ‘santificar’?
Literalmente significa “tornar santo”.
Mas já não é santo o nome de Deus?
Claro que é.
Ao santificarmos o nome de Deus, não o tornamos mais santo do que é. Em vez disso, nós o reconhecemos como santo, colocamo-lo à parte, mantemo-lo na mais elevada estima.
Ao orarmos pela santificação do nome de Deus, antevemos o tempo em que toda a criação respeitará este nome qual santo.
Segundo, exatamente qual é a inferência da palavra “nome”?
Já vimos que Deus tem nome, Jeová, e que seu nome ocorre milhares de vezes na Bíblia.
Já consideramos, também, a importância de reintegrar esse nome ao seu lugar legítimo no texto bíblico. Se o nome não existir ali, como podem cumprir-se as palavras do salmista:
“Os que conhecem o teu nome confiarão em ti, pois certamente não abandonarás os que te buscam, ó Jeová”? — Salmo 9:10.
Mas, será que ‘conhecer o nome de Deus’ envolve meramente um conhecimento intelectual que o nome de Deus em hebraico é YHWH, ou Jeová, em português?
Não, significa mais do que isso.
Quando Moisés estava no monte Sinai, “Jeová passou a descer na nuvem e a pôr-se ali junto dele [de Moisés], e passou a declarar o nome de Jeová”.
O que acarretava essa declaração do nome de Jeová?
Uma descrição de suas qualidades: “Jeová, Jeová, Deus misericordioso e clemente, vagaroso em irar-se e abundante em benevolência e em verdade.” (Êxodo 34:5, 6) 
De novo, pouco antes de sua morte, Moisés disse aos israelitas: “Declararei o nome de Jeová.”
Que se seguiu?
A menção de algumas de Suas grandes qualidades e, em seguida, um retrospecto do que Deus havia feito para com Israel pela causa de Seu nome. (Deuteronômio 32:3-43)
Conhecer o nome de Deus significa aprender o que esse nome representa e adorar o Deus que tem este nome.
Visto que Jeová tem associado seu nome às suas qualidades, seus propósitos e suas ações, podemos ver por que a Bíblia diz que o nome de Deus é santo. (Levítico 22:32)
Ele é majestoso, grande, atemorizante e inalcançavelmente elevado. (Salmo 8:1; 99:3; 148:13)
Sim, o nome de Deus é mais do que mero rótulo. Ele o representa qual pessoa. Não se tratava meramente de um nome temporário para ser usado por algum tempo e então ser desbancado por um título tal como “Senhor”. O próprio Jeová disse a Moisés: “‘Jeová . . .’ Este é o meu nome por tempo indefinido e este é o meu memorial por geração após geração.” — Êxodo 3:15.
Tente o que quiser, o homem jamais eliminará o nome de Deus da terra. “‘Meu nome será grande entre as nações desde o nascente do sol até o seu poente, e em todo lugar se fará fumaça sacrificial, far-se-á um oferecimento ao meu nome, sim, um presente limpo; porque meu nome será grande entre as nações’, disse Jeová dos exércitos.” — Malaquias 1:11; Êxodo 9:16; Ezequiel 36:23.
Portanto, a santificação do nome de Deus é muito mais importante do que qualquer outro assunto. Todos os propósitos de Deus estão ligados ao seu nome.
Os problemas da humanidade começaram logo quando Satanás profanou o nome de Jeová por tachá-lo, em efeito, de mentiroso e incapaz de governar a raça humana. (Gênesis 3:1-6; João 8:44)
Somente quando o nome de Deus for corretamente vindicado a humanidade usufruirá alívio completo dos efeitos desastrosos da mentira de Satanás.
Esta é a razão de os cristãos orarem tão fervorosamente pela santificação do nome de Deus.

Mateus 6:9-10 “Portanto, tendes de orar do seguinte modo: “‘Nosso Pai nos céus, santificado seja o teu nome.  Venha o teu reino. Realize-se a tua vontade, como no céu, assim também na terra.

Um comentário:

  1. O texto ta bom e bem fundamentado, gostaria que você colocasse mais referencia do Novo Testamento.
    Deus abençoe!

    ResponderExcluir