16 março, 2012

A PAZ DE DEUS




Neste mundo agitado, poucos são os dias que passam suavemente.
Ocorrem acidentes, planos fracassam e pessoas nos desapontam. Esses contratempos podem privar-nos da felicidade.
No entanto, aos que servem a Jeová Deus, a Bíblia promete contentamento íntimo — “a paz de Deus”. Como obtemos esta paz?
O apóstolo Paulo escreveu:
“Não estejais ansiosos de coisa alguma, mas em tudo, por oração e súplica, junto com agradecimento, fazei conhecer as vossas petições a Deus; e a paz de Deus, que excede todo pensamento, guardará os vossos corações e as vossas faculdades mentais por meio de Cristo Jesus.” (Filipenses 4:6, 7) 
Em vez de tentarmos resolver sozinhos os nossos problemas, temos de orar fervorosamente, lançando nossos fardos diários sobre Deus. (Salmo 55:22)
A fé em que ele atende a tais súplicas por meio do seu Filho, Jesus Cristo, aumentará ao passo que crescermos espiritualmente e discernirmos como Deus nos ajuda. — João 14:6, 14; 2 Tessalonicenses 1:3.
Depois de termos aumentado nossa confiança em Jeová Deus, o “Ouvinte de oração”, ficamos melhor equipados para lidar com provações, tais como uma prolongada doença, a velhice ou a perda de um ente querido. (Salmo 65:2)
No entanto, para levarmos uma vida realmente significativa, também temos de levar em conta o futuro.
Alegre-se na esperança à frente.
A Bíblia promete “novos céus e uma nova terra”, um justo e compassivo governo celestial que governará a família humana obediente. (2 Pedro 3:13)
Neste novo mundo prometido por Deus, a guerra e a injustiça serão substituídas pela paz e pela justiça. Isto não é mero sonho, mas é uma convicção que cada dia pode ficar mais forte.
São deveras boas novas, e certamente dão motivo para regozijo. — Romanos 12:12; Tito 1:2.

Um comentário:

  1. Somente Ele para nos dar a verdadeira paz!
    Obrigada por compartilhar conosco esse lindo e verdadeiro texto minha amiga!
    Grande beijo e abençoado domingo!

    ResponderExcluir