18 abril, 2012

FÉ BASEADA EM FATOS


A crença em Deus, não é fé cega, porque há provas indiscutíveis de que Ele existe.
A verdadeira fé em Deus deve se basear em evidências que demonstram que realmente existe um Criador, não pode ser uma credulidade cega.
A Bíblia nos mostra onde encontrar essas evidências.

O apóstolo Paulo disse aos cristãos em Roma que as “qualidades invisíveis [de Deus] são claramente vistas desde a criação do mundo em diante, porque são percebidas por meio das coisas feitas, mesmo seu sempiterno poder e Divindade, de modo que eles [os que não crêem] são inescusáveis”. (Romanos 1:20)

Desde “a criação do mundo” — especialmente desde a criação de seres humanos inteligentes, que podem perceber a existência de Deus — tem sido evidente que existe um Criador de imenso poder, um Deus digno de devoção. Assim, não há desculpas para os que deixam de reconhecer a glória de Deus.

Cada parte dos milhares de sistemas que cooperam entre si para nos manter vivos foi projetada de forma ideal. Além disso, o Universo físico fornece evidências de precisão matemática e ordem. 
Davi escreveu: “Os céus declaram a glória de Deus; e a expansão está contando o trabalho das suas mãos.” — Salmo 19:1.

Dia após dia e noite após noite os céus demonstram a “sabedoria e o poder criativo de Deus”. É como se palavras de louvor a Deus ‘borbulhassem’ dos céus.
Ao definir a fé, a Bíblia enfatiza a importância de evidências. 
Ela diz: “A fé é a expectativa certa de coisas esperadas, a demonstração evidente de realidades, embora não observadas.” (Hebreus 11:1)
A própria constatação de que fomos feitos de maneira maravilhosa, pelo nosso Criador, deixa clara a Sua existência e poder.
Tirar tempo para refletir no maravilhoso projeto de nosso corpo e de outras criaturas vivas nos enche de admiração pela sabedoria de nosso Criador. E nos faz crer de um modo que podemos provar a existência Daquele em quem cremos.

Examinar a harmonia de seus 66 livros, a superioridade de seus padrões de moral e o cumprimento certo de profecias nos dão amplas evidências de que o autor dela é o Criador.
Talvez nos sintamos como o apóstolo Paulo quando escreveu: “Ó profundidade das riquezas, e da sabedoria, e do conhecimento de Deus! Quão inescrutáveis são os seus julgamentos e além de pesquisa são os seus caminhos!” — Romanos 11:33. 

Então ao examinarmos estas evidências e nossa fé aumentar, ficaremos convencidos de que quando lemos a Bíblia estamos na realidade ouvindo o próprio Criador. Com certeza, a Bíblia não exige que acreditemos cegamente em Deus, ao contrário, ela nos oferece provas e respostas de que existe realmente um Criador que se importa conosco. E que a nossa fé em Deus é realmente baseada em fatos!!!



Um comentário:

  1. Sonia, eu achoisto muito importante. A fé não pode ser cega, devemos ter certeza daquilo que acreditamos. A criação nos dá esta certeza, temos um Criador, que nos ama, que fez tudo de bom para nós usufruirmos.
    Por isso devemos nos preocupar sobre como podemos demonstrar o nosso amor por Êle.
    Beijo

    ResponderExcluir