16 maio, 2012

RESPEITO PELOS IDOSOS



Num mundo onde a população com mais de 65 anos aumenta em inéditas 795 mil pessoas todo mês, cuidar das necessidades dos idosos se tornou uma das questões de maior importância. “Nunca houve tantos idosos no mundo e nós precisaremos avaliar mais de perto como os países reagem aos desafios e às oportunidades que surgem com o envelhecimento”.
Nosso Criador também se interessa pelos idosos. Na verdade, sua Palavra, a Bíblia, nos dá orientações sobre como eles devem ser tratados.
A lei de Deus, dada a Moisés, estimulava o respeito pelos idosos.
Ela declarava: “Deves levantar-te diante do cabelo grisalho e tens de mostrar consideração para com a pessoa dum homem idoso.” (Levítico 19:32)
 Os adoradores obedientes de Deus deviam ‘levantar-se’ diante de uma pessoa idosa (1) como sinal de respeito e (2) como evidência do temor reverente que tinham de Deus.
Assim, os idosos deviam ser honrados e tidos como pessoas valiosas. — Provérbios 16:31; 23:22.
Embora hoje os cristãos não estejam sob a Lei mosaica, seus princípios revelam os pensamentos e as prioridades de Jeová, não deixando nenhuma dúvida a respeito da grande consideração que ele tem pelos idosos.
Entre os cristãos em Jerusalém, naquele tempo, havia algumas viúvas necessitadas.
Com certeza várias delas eram idosas.
Os apóstolos designaram sete “homens acreditados” para certificarem-se de que essas mulheres recebessem alimentos diariamente, de maneira ordeira, considerando esse cuidado especial como uma “incumbência necessária” da congregação. — Atos 6:1-7.
É claro que as pessoas que respeitam a vontade de Deus não precisam de leis para tratar os idosos com dignidade e respeito.
Durante seu ministério, Jesus mostrou consideração pelos idosos. 
Também o salmista orou: “Não me lances fora no tempo da velhice; não me deixes quando meu poder falhar.” (Salmo 71:9)
O salmista não se sentia abandonado por Jeová, mas reconhecia sua própria necessidade de confiar cada vez mais no seu Criador à medida que ia envelhecendo.
Os idosos querem ser respeitados. 
Precisam tomar  decisões e sentir que ainda são donos da sua vida. 
Embora sua capacidade física diminua com a idade, os que mantêm a mente ativa em geral continuam bem lúcidos. 
É verdade que talvez não pensem tão rápido como quando eram mais jovens nem aprendam coisas novas tão ligeiro. 
Mas não devem ser deixados de lado e nem deve seu papel na família ser usurpado; tampouco devem outros assumir as tarefas que os idosos preferem eles mesmos fazer. Isso seria frustrante, desanimador e os faria sentir-se inaptos e até mesmo inúteis.
Mesmo quando estão incapacitados por derrame cerebral ou outra doença, os idosos ainda querem ser tratados com dignidade. 
Não gostam que outros falem ou ralhem com eles como se fossem crianças. Ainda que não consigam falar, geralmente podem ouvir, e é compreensível que sejam sensíveis. 
Às vezes, por excesso de remédios, talvez pareçam senis, quando na verdade não são. 
Assim, a empatia, mais do que qualquer outro sentimento, pode ser a chave para se cuidar deles de maneira adequada.
Visto que há casos em que os idosos ficam confinados em casa, precisam sentir que não foram esquecidos. Gostam de receber visitas.
Assim, como podemos “mostrar consideração” pelos idosos? 
Mostre que você se importa. Dê-lhes honra, reconhecimento e trate-os com dignidade recorrendo à sua perspicácia e sabedoria.
O respeito pelos mais velhos é na verdade uma demonstração de nossa reverência a Deus. Por sua vez, quando os idosos mostram genuína gratidão pela ajuda que recebem, fica mais fácil para que outros lhes deem ajuda amorosa e respeitosa. Ajudar os idosos está longe de ser apenas um dever; é um prazer!
Jeová corresponde a essa lealdade providenciando apoio durante toda a vida da pessoa. (Salmo 18:25)
Muitas vezes esse apoio vem da parte de companheiros cristãos.
Em vista do que já foi mencionado, fica claro que todos os que desejam honrar a Deus devem também honrar os idosos, pois eles são, de fato, preciosos aos olhos de nosso Criador.
Visto que fomos criados à imagem de Deus, que sempre manifestemos o conceito dele sobre “as cãs”. — Salmo 71:18.

4 comentários:

  1. Muy ciertas tus palabras,QUERIDA SONIA!!
    parte de nuestro servicio fiel es cuidar ,amar,y valorizar a nuestros queridos ancianos...
    si mi mama estuviera con vida casi tendria sus ochenta años,siempre me pregunto como seria mi vida ahora junto a ella,la perdi cuando tenis solo dos años...cuanta falta me ah echo,antes y mas ahora...mientras espero el reencuentro...siempre veo en las queridas hermanas de la congre una posible mama,y me la imagino!!!
    si,jehova les da corona de hermosura,y nos necesitan mucho...hermoso post...amiga.besos...kary

    ResponderExcluir
  2. O respeito é algo fundamental para nós tratarmos todos seres vivos, e se estamos falando dos mais velhos....
    Eles são mais sabios que nos, devemos respeito a eles acima de tudo.

    ResponderExcluir

  3. Para quem tem mais de 65 anos

    Ivone Boechat (autora)


    1 - Tome posse da maturidade. A longevidade é uma bênção! Comemore! Ser maduro é um privilégio; é a última etapa da sua vida e se você acha que não soube viver as outras, não perca tempo, viva muito bem esta. Não fique falando toda hora: “estou velho”. Velho é coisa enguiçada. Idade não é pretexto para ninguém ficar velho. Engane a você mesmo sobre a sua idade, porque os psicólogos dizem que se vive de acordo com a idade declarada!

    2 - Perdoe a você antes de perdoar os outros. Se você falhou, pediu perdão? Deus já o perdoou e não se lembra mais. Mas você fica remoendo o passado... Não se importe com o julgamento dos outros. Só há dois times no Universo: o do Salvador e o do acusador. Neste último você sabe quem é goleiro. Continue no time do Salvador.

    3 - Viva com inteligência todo o seu tempo. Viva a sua vida, não a do seu marido, dos filhos, dos netos, dos parentes, dos vizinhos... Nem viva só pra eles, viva pra você também. Isto se chama amor próprio, aquilo que você sacrificou sempre! Nunca viva em função dos outros. Faça o seu projeto de vida!

    4 - Coma muito menos; durma o suficiente; não fique o dia inteiro, dormindo, dando desculpa de velhice. Tenha disciplina. Fale com muita sabedoria. Discipline sua voz: nem metálica, nem baixinha; seja agradável!

    5 - Poupe seus familiares e amigos das memórias do passado. Valorize o que foi bom. Experiências caóticas, traumas, fobias, neuroses, devem ser tratadas com o psicoterapeuta. Não transforme poltrona em divã, ouvido em descarga.

    6 - Não aborreça ninguém com o relatório das suas viagens. Elas são interessantes só pra quem viaja. Ninguém aguenta ouvir os relatórios e ver fotografias horas e horas. Comente apenas o destino e a duração da viagem, se alguém perguntar. Aprenda a fazer uma síntese de tudo, a não ser que seus amigos peçam mais detalhes. Se alguém perguntar mais alguma coisa, seja breve.

    7 - Escolha bons médicos. Não se automedique. Não há nada mais irritante do que um idoso metido a receitar remédio pra tudo o que o outro sente. Faça uma faxina na sua farmácia doméstica.

    8 - Não arrisque cirurgias plásticas rejuvenescedoras. Elas têm prazo curto de duração. A chance de você ficar mais feio é altíssima e a de ficar mais jovem é fugaz. Faça exercícios faciais. Socorra os músculos da sua face. Tome no mínimo oito copos de água por dia e o sol da manhã é indispensável. O crime não compensa, mas o creme compensa!

    9 - Use seu dinheiro com critério. Gaste em coisas importantes e evite economizar tanto com você. Tudo o que se economizar com você será para quem? No dia em que você morrer, vai ser uma feira de Caruaru na sua casa. Vão carregar tudo. Não darão valor a nada daquilo que você valorizou tanto: enfeites, penduricalhos, livros antigos, roupas usadas, bijuterias cafonas, ouro velho... prataria preta, troféus encardidos, placas de homenagens. Por que não doar as roupas, abrir um brechó ou vender todas as suas bugigangas, apurar um bom dinheiro e viajar?

    10 - A maturidade não lhe dá o direito de ser mal educado. Nada de encher o prato na casa dos outros ou no self-service (com os outros pagando); falar de boca cheia, ou palitar os dentes na mesa de refeições (insuportável).

    11 - Só masque chiclete sem testemunhas. Não corra o risco de acharem que você já está ruminando ou falando sozinho.

    12 - Aposentadoria não significa ociosidade. Você deve arranjar alguma ocupação interessante e que lhe dê prazer. Trabalhar traz muitas vantagens para a saúde mental, além do dinheiro extra para gastar, também com você.

    Leia o texto na íntegra aqui:

    http://espacolivredoportal.blogspot.com.br/2012/06/para-quem-tem-mais-de-65-anos-ivone.html

    ResponderExcluir