09 maio, 2012

Você sente solidão?




Talvez seja de ajuda se perguntar: ‘Será que posso fazer algo para melhorar a situação?
Preciso fazer algumas mudanças?
Se preciso, quais são elas?’
As perguntas a seguir podem ajudá-lo a fazer uma autoanálise e achar boas soluções.
Preciso mudar minha atitude?
Qualquer pessoa pode ser vítima da solidão. Mas esse sentimento negativo só se torna um problema sério quando persiste. Se você está passando por isso, talvez seja sinal de que há algo errado com seu modo de encarar a vida.
A raiz do problema pode estar no seu jeito de se comportar na presença de outros. Algumas pessoas, sem querer, colocam uma espécie de arame farpado ao seu redor, dificultando que outros lhe ofereçam sua amizade. Às vezes, tudo que é preciso é mudar sua atitude.

Será que eu evito as pessoas?
Pergunte-se: ‘Tenho a tendência de me afastar dos outros? Será que eles seriam mais simpáticos comigo se eu fosse mais simpático com eles?’ Se acha que precisa melhorar nesse sentido, esforce-se para ser mais extrovertido.
No entanto, desenvolver uma amizade achegada exige tempo e esforço. Um bom começo é aprender a ouvir. Se ouvir com atenção, você estará em melhores condições de falar sobre coisas que os outros acham interessantes. Lembre-se: a empatia promove a amizade.
Meu problema é ser negativo?
A baixa autoestima pode ser uma barreira para fazer amigos. Pergunte-se: ‘Tenho um conceito exageradamente negativo sobre mim mesmo?’
Tenha certeza de que, se você se aproximar das pessoas e ajudá-las de alguma forma, elas acharão que você tem valor. Elas podem corresponder à sua iniciativa e querer ter amizade com você. Então, que tal dar o primeiro passo?
Pensar de modo positivo também o ajudará a fazer amizade com pessoas de várias idades.
Ter amizade com alguém mais velho ou mais jovem pode ser recompensador.
Será que eu me isolo?
Muitas pessoas solitárias sentem um pouco de alívio por passar horas vendo TV, jogando videogames ou usando o computador. Mas, quando desligam os aparelhos, elas continuam se sentindo solitárias. Elsa, que tem 21 anos e mora em Paris, admite: “A TV e os videogames podem se tornar como uma droga que leva a pessoa a não querer mais fazer amigos.”
Uma desvantagem de ver TV é que a pessoa não interage com ninguém, não troca ideias nem faz novas amizades. No caso dos videogames, ocorre basicamente o mesmo: eles transportam as pessoas para um mundo imaginário que desaparece assim que param de jogar. Ficar navegando na internet sem objetivo pode ajudar a fugir da realidade, mas também pode expor o usuário a conteúdo imoral ou a pessoas que ocultam sua identidade. A internet não é um bom lugar para encontrar ou desenvolver amizades verdadeiras.
Desejo me casar?
Alguns querem se casar apenas para acabar com a solidão. É verdade que estar casado com alguém bondoso e amoroso pode trazer muita alegria. Mas tome cuidado: casar-se não é uma decisão de pouca importância que pode ser tomada de modo precipitado.
O casamento não é necessariamente a solução para a solidão. Diz-se que pessoas que têm problemas de comunicação no casamento estão “entre as mais solitárias do mundo”. Infelizmente, há mais pessoas nessa situação do que você talvez imagine. Assim, se você deseja se casar algum dia, seria bom resolver seu problema com a solidão antes de entrar num relacionamento romântico com alguém. Por mudar sua atitude e seus hábitos e por tomar a iniciativa de fazer amizades enquanto está solteiro, você estará se preparando bem para um casamento feliz.
Você pode lidar com a solidão
Talvez não exista uma solução imediata. Mas você pode se sair bem por seguir a Regra Áurea, expressa por Jesus em Mateus 7:12: “Todas as coisas, portanto, que quereis que os homens vos façam, vós também tendes de fazer do mesmo modo a eles.” Então, se quer que os outros sejam simpáticos com você, seja simpático com eles. Se quer que se abram com você, abra-se com eles. Pode ser que nem todos correspondam de imediato, mas, com o tempo, alguns farão isso. Mesmo se não corresponderem, você se sentirá feliz por ter tentado.
Jesus disse outra verdade profunda que pode ajudá-lo a lidar com a solidão: “Há mais felicidade em dar do que há em receber.” (Atos 20:35) Se der do seu tempo para ajudar os outros — uma criança com seu dever de casa ou um idoso a fazer compras e a manter sua casa ou jardim bem arrumados —, você se sentirá mais feliz e talvez ganhe um verdadeiro amigo.
Encontre os melhores amigos
Há outras maneiras práticas de lidar com a solidão. Saia para caminhar num parque ou em outro lugar tranquilo. E, quando estiver sozinho em casa, ocupe seu tempo com coisas criativas, como costurar, fazer tarefas domésticas e consertos na casa ou ler. Uma pessoa disse: “Até hoje, nunca senti uma ansiedade que não pudesse ser eliminada por uma hora de leitura.” Muitos encontram consolo ao ler principalmente os salmos da Bíblia.
Especialistas notaram que ter a companhia de pessoas que compartilham as mesmas crenças religiosas pode ajudar alguém a lidar com a solidão e também fazer bem à saúde. Onde você pode encontrar pessoas que se esforçam para colocar em prática a Regra Áurea? Num livro sobre religiões, certo observador imparcial escreveu: “Em sua vida congregacional, as Testemunhas de Jeová formam uma verdadeira comunidade onde há confiança e aceitação.”
Jesus indicou qual seria a principal característica do cristianismo verdadeiro quando disse a seus discípulos: “Por meio disso saberão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor entre vós.” (João 13:35) Esse amor — primeiro a Deus e depois aos irmãos de fé — é o que identifica em especial os que praticam a religião verdadeira. — Mateus 22:37-39.
Fazer amizade com Deus é o melhor modo de lidar com a solidão. Se ele for seu amigo, você nunca se sentirá solitário. — Romanos 8:38, 39; Hebreus 13:5, 6.

Um comentário:

  1. Sonia, esta abordagem deste assunto é muito oportuna.
    Solidão não é bom pra ninguém e se a própria pessoa puder mudar para se sentir melhor, é muito bom.
    A Bíblia nos ajuda nestes assuntos.
    Beijos

    ResponderExcluir