18 junho, 2012

O VALOR DE UM SORRISO

ao olharmos esta linda foto, sorrimos sem  esforço

O sorriso dura um instante, mas há casos em que não dá para esquecê-lo pelo resto da vida. Tem um valor incalculável, mas está ao alcance de todos — o pobre não tem desculpa de não ter condições de dá-lo e o rico, de dizer que não precisa dele.
O sorriso é o resultado da contração dos músculos em que os olhos se iluminam e os cantos da boca se curvam ligeiramente para cima em uma expressão de contentamento.
O sorriso de um bebê, logo nas primeiras semanas, encanta os pais, que não escondem seu orgulho.
Esses primeiros sorrisos são involuntários, apenas um reflexo. Os cientistas explicam ainda que são iguais ao sorriso de pessoas que estão sonhando e parecem estar relacionados com sentimentos íntimos e com atividades do sistema nervoso central.
Mesmo nos adultos, esse sorriso reflexo pode ocorrer após uma refeição ou enquanto ouvem música.
Passadas cerca de seis semanas, o bebê já reage com um sorriso ao ver certo rosto ou ouvir determinada voz.
O sorriso social — voluntário e consciente — anima a quem o recebe, seja bebê seja adulto.
Não só isso, dizem que exerce também uma influência positiva na saúde física.
Outra razão para sorrir é o efeito positivo que ele exerce nos outros.
Um sorriso sincero comunica nossos sentimentos sem palavras, seja um sorriso de cumprimento, de solidariedade, seja de encorajamento.
Pode acontecer que só de vermos numa foto o sorriso cativante de uma criança reajamos automaticamente com um sorriso também.
O sorriso de uma pessoa amiga pode ser muito benéfico, deixando-nos mais descontraídos e com mais coragem e disposição para enfrentar frustrações ou problemas.
Será que um sorriso faz tanta diferença assim? 
Bem, você se lembra de quando o sorriso de alguém lhe trouxe um sentimento de alívio ou o fez sentir-se mais à vontade? 
Ou quando a ausência dele o fez sentir-se nervoso ou mesmo rejeitado? 
Como vê, um sorriso faz muita diferença, não só para quem o dá, mas também para quem o recebe. 
Jó, um personagem bíblico, disse a respeito de seus adversários: “Eu sorria para eles — eles não o acreditavam — e não lançavam de si a luz da minha face.” (Jó 29:24) “A luz” da face de Jó pode ter sido um reflexo de sua felicidade ou alegria.
Um sorriso tem o mesmo efeito positivo hoje em dia. Um sorriso amigável pode ajudar a aliviar tensões acumuladas — como a válvula de segurança de uma panela de pressão. 
Quando nos sentimos tensos ou frustrados, sorrir pode ajudar-nos a aliviar a tensão e a lidar com a frustração. 
A Bíblia recomenda: “Não negues o bem àqueles a quem é devido, quando estiver no poder da tua mão fazê-lo.” (Provérbios 3:27)
É verdade. Sorrir é um gesto bem simples.
Mas produz um bem para nós e para os outros.
Faça um esforço para compartilhar com os outros essa dádiva de valor incalculável — um sorriso amigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário