18 junho, 2013

NOSSA CONFIANÇA EM DEUS


Com a minha voz clamarei ao próprio Jeová e ele me responderá do seu santo monte. — Sal. 3:4.

Confiando em Jeová e cheio de esperança, Davi escreveu o acima. De acordo com as ordens de Davi, a arca do pacto, que simbolizava a presença de Deus, havia sido levada para o monte Sião. (2 Sam. 15:23-25) Apropriadamente, portanto, Davi disse que a resposta à sua oração viria do monte santo de Jeová. Certo de que orar a Deus não seria em vão, Davi não sentia pavor. 
Em vez disso, ele cantou: “Quanto a mim, vou deitar-me para dormir; hei de acordar, porque o próprio Jeová continua a sustentar-me.” (Sal. 3:5) 
Mesmo à noite, quando o perigo de um ataque surpresa era maior, Davi não tinha medo de dormir. Ele tinha certeza de que acordaria, pois suas experiências anteriores o deixaram totalmente confiante de que podia contar com o infalível apoio de Deus. 
Podemos ter essa mesma confiança se seguirmos os “caminhos de Jeová” e nunca nos afastarmos dele. — 2 Sam. 22:21, 22.
Davi concluiu esse salmo dizendo: “Vou tanto deitar-me como dormir em paz, pois somente tu, ó Jeová, me fazes morar em segurança.” (Sal. 4:8) 
Quando os israelitas obedeciam à Lei de Jeová, eles tinham paz com Deus e segurança. Por exemplo, durante o reinado de Salomão, ‘Judá e Israel moravam em segurança’. (1 Reis 4:25) 
Os que confiavam em Deus tinham paz até mesmo quando nações vizinhas eram hostis. 
Como Davi, temos um sono tranquilo, pois Deus nos faz sentir seguros.
Prossigamos confiantemente no serviço de Jeová. Vamos também orar com fé e, assim, sentir “a paz de Deus, que excede todo pensamento”. (Fil. 4:6, 7) 
Quanta alegria isso nos dá! 
E certamente podemos encarar o futuro com segurança, se sempre tivermos plena confiança em Jeová.

Nenhum comentário:

Postar um comentário