06 fevereiro, 2014

“Jesus, o Filho unigênito de Deus”.




Nenhum homem jamais viu a Deus; o deus unigênito, que está na posição junto ao seio do Pai, é quem o tem explicado. — João 1:18.

Jesus era especialmente qualificado para revelar seu Pai. Por quê? Porque antes de terem sido criadas todas as outras formas de vida, a criatura espiritual que mais tarde se tornou o humano Jesus já existia no céu como “Filho unigênito de Deus”. (João 1:14; 3:18)
(João 1:14) De modo que a Palavra se tornou carne e residiu entre nós, e observamos a sua glória, uma glória tal como a de um filho unigênito dum pai; e ele estava cheio de benignidade imerecida e de verdade.
(João 3:18) Quem nele exercer fé, não há de ser julgado. Quem não exercer fé, já foi julgado porque não exerceu fé no nome do Filho unigênito de Deus.

Uma posição sem igual! Antes de qualquer outra criatura vir a existir, o Filho já desfrutava da calorosa atenção de seu Pai e aprendia sobre Ele e Suas qualidades. O Pai e o Filho com certeza se comunicavam extensivamente e desenvolveram profundo afeto mútuo ao longo de incontáveis eras. (João 5:20; 14:31)
(João 5:20) Pois o Pai tem afeição pelo Filho e mostra-lhe todas as coisas que ele mesmo faz, e mostrar-lhe-á obras maiores do que estas, a fim de que vos maravilheis.
(João 14:31) mas, a fim de que o mundo saiba que eu amo o Pai, assim como o Pai me tem dado mandamento, assim faço. Levantai-vos, vamos embora daqui.

Que riqueza de compreensão a respeito da personalidade de seu Pai o Filho deve ter adquirido! (Col. 1:15-17) (Colossenses 1:15-17) Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; 16 porque mediante ele foram criadas todas as [outras] coisas nos céus e na terra, as coisas visíveis e as coisas invisíveis, quer sejam tronos, quer senhorios, quer governos, quer autoridades. Todas as [outras] coisas foram criadas por intermédio dele e para ele. 17 Também, ele é antes de todas as [outras] coisas e todas as [outras] coisas vieram a existir por meio dele,

O Pai designou o Filho como porta-voz, “A Palavra de Deus”. (Rev. 19:13)
(Revelação 19:13) e está vestido duma roupa exterior manchada de sangue, e o nome pelo qual é chamado é A Palavra de Deus.

Portanto, Jesus se encontrava numa posição sem igual para revelar o Pai a outros. 
Que dizer de você revelar o Pai por meio de sua conduta ao se empenhar em imitar a Jesus? Ao verem nas nossas ações o amor de Cristo, as pessoas serão atraídas tanto ao Pai como a Jesus. (Efé. 5:1, 2)
(Efésios 5:1, 2) Portanto, tornai-vos imitadores de Deus, como filhos amados, 2 e prossegui andando em amor, assim como também o Cristo vos amou e se entregou por vós como oferta e sacrifício a Deus para ser cheiro fragrante.

O apóstolo Paulo nos incentiva a ‘nos tornar imitadores dele assim como ele era de Cristo’. (1 Cor. 11:1)
(1 Coríntios 11:1) Tornai-vos meus imitadores, assim como eu sou de Cristo.

Que privilégio maravilhoso é ajudarmos pessoas a ver a Jeová por meio de nossa conduta! Sim, continuemos a imitar a Jesus por revelar o Pai a outros.

http://www.jw.org/pt/

Um comentário:

  1. A cada afastamento é uma grande saudade
    que dói no meu coração.
    A verdade é que sinto saudades
    porém agradeço a Deus pela oportunidade
    de sempre voltar.
    Quando estou longe sinto falta
    do carinho que recebo e tanto tem me ajudado
    a seguir sempre.
    Com muito carinho venho desejar um
    abençoado final de semana.
    Que a paz seja contigo sempre.
    Beijos e carinhos na alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir